Fracturas do pé por sobrecarga

Fracturas do pé por sobrecarga

São pequenas fissuras nos ossos que, frequentemente resultam de um impacto crónico e excessivo. Os factores de risco para o desenvolvimento desta patologia são: arco da planta do pé pronunciado, sapatilhas de desporto com absorção inadequada do impacto, peso corporal e aumento repentino da intensidade ou frequência de treino. A intensidade de dor varia e normalmente o primeiro sintoma é dor na região anterior do pé, durante o exercício. Esta dor pode desaparecer quando se interrompe o treino (retornando imediatamente quando o exercício é retomado) ou pode persistir mesmo durante o repouso. Os desportistas habituados a correr são susceptíveis a facturar os ossos do metatarso, sobretudo dos três dedos médios do pé. Até a fractura sarar o exercício deve ser interrompido.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *