10 DICAS PARA COMPRAR BEM NOS SALDOS – por Teresa Ayres Pereira

10 DICAS PARA COMPRAR BEM NOS SALDOS – por Teresa Ayres Pereira

Para a maior parte de nós a palavra “SALDOS” é daquelas palavras que nos faz acelerar o ritmo cardíaco.

 A perspectiva de conseguirmos comprar aquelas peças que namoramos durante vários meses por um preço invariavelmente mais baixo alegra-nos sempre o dia!

 No entanto, para esta boa sensação perdurar quer no nosso espírito quer na nossa carteira é fundamental seguir algumas regras base:

 1. Arrumar o guarda roupa de Inverno e passar os olhos no de Verão e fazer uma lista de peças que é fundamental comprar (para substituir peças já velhas, para completar um coordenado etc.), peças investimento (por exemplo, um bom sobretudo que já fique para o ano seguinte), alguma extravagância (uma carteira de marca, um lenço melhor, uns sapatos de tirar o fôlego…) e peças de estação (peças que são tendência nesta estação mas que provavelmente já não serão na próxima mas que mesmo assim queremos)

2. Fazer um orçamento com o valor que estamos dispostas a gastar com cada uma das listas (de preferência no dia das compras, levar este valor em numerário ajuda-nos a não ultrapassar o orçamento estipulado!)3.

3. No dia das compras – usar roupa confortável e fácil de vestir e despir (dica – um vestido e uma carteira pequena a tiracolo, com sapatos rasos é perfeito para os Km que percorremos no shopping! Deixe o casaco no carro para não ter que o carregar consigo durante todo o dia!)

4. Lembre-se que a melhor altura para comprar é de manhã quando tudo ainda está arrumado e as meninas das lojas ainda não estão à beira de um esgotamento nervoso!

5. Compare os preços de antes e depois de saldos (por vezes uma diferença de 1 ou 2€ não justifica o investimento numa determinada peça.

6. Procure peças com qualidade, sem defeitos, linhas puxadas ou sujas – lembre-se que está a investir num guarda roupa melhor!

7. Não compre sem experimentar

8. Se está na dúvida entre comprar ou não comprar uma peça não se esqueça que as lojas raramente repõe artigos de saldo. Compre, leve para casa e avalie com calma a necessidade de ter aquela peça – na maioria das lojas já pode devolver as peças pelo valor total de compra e mesma forma de pagamento

9. Pense na estação seguinte e nos eventos sociais ou profissionais que pode vir a ter (um casamento, uma entrevista importante…) – há peças que são intemporais e transversais a praticamente todas as estações!

10. Evite ter algum dos seguintes pensamentos “estas calças são dois tamanhos abaixo mas eu quero perder 5 Kg… vou comprar!”, “duas camisolas pelo preço de uma? Mais uma camisola faz sempre jeito, já ficam no armário!”, “estes sapatos estão com o tacão partido mas… por este preço mais vale comprar e depois logo vejo se o meu sapateiro consegue fazer alguma coisa deles!”

 BOAS COMPRAS!

Teresa Ayres Pereira

botao subscreva o blog

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *